COMUNIDADE DO CAJUEIRO: UMA ANÁLISE SOBRE A INJUSTIÇA AMBIENTAL NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM NOVO TERMINAL PORTUÁRIO EM SÃO LUÍS-MA

  • Camila Ramos da Silva
  • Jean Carlos Nunes Pereira
Palavras-chave: Desenvolvimento. Comunidades Tradicionais. Empreendimentos. Participação.

Resumo

O presente estudo teórico analisa as consequências decorrentes da ampliação do Porto do Itaqui, especialmente no que tange à injustiça ambiental no caso da comunidade do Cajueiro em São Luís do Maranhão. Discute-se a falta de participação desses indivíduos, aumentando sua exclusão social, os prejuízos ambientais consequentes e uma ponderação que pode ser feita em meio a essa fixação usando o pensamento de Robert Alexy através do binômio necessidade-adequação.

Publicado
2019-05-03
Como Citar
da Silva, C., & Nunes Pereira, J. (2019). COMUNIDADE DO CAJUEIRO: UMA ANÁLISE SOBRE A INJUSTIÇA AMBIENTAL NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM NOVO TERMINAL PORTUÁRIO EM SÃO LUÍS-MA. Revista Da Esmam, 12(13), 49 - 61. Recuperado de https://revistaesmam.tjma.jus.br/index.php/esmam/article/view/36